Câmara divulga balanço das atividades em 2015


Postado em 29/12/2015

O presidente da Câmara Municipal de Socorro, Lauro Ap. de Toledo (PTB), avaliou que 2015 foi um ano positivo para o Poder Legislativo. Em seu primeiro ano como presidente, reafirmou a Casa como palco de discussões relevantes para a população socorrense.

 “Por aqui passaram debates que resultaram em Leis e Projetos de Leis destinados a melhorar a qualidade de vida da população. Além disso, os assuntos mais atuais e impactantes do cenário nacional, estadual e local, foram discutidos com autoridades, cidadãos e cidadãs”, afirma.

Foi um ano em que os vereadores tiveram números expressivos nos trabalhos legislativos. Ao final do ano foram realizadas 47 sessões, sendo 21 sessões ordinárias, 24 extraordinárias. Foram apresentados 131 projetos de Lei, 1259 indicações, 466 requerimentos e 16 projetos de lei complementar. Também foram realizadas duas sessões solenes, que tradicionalmente homenageiam os professores e guardas civis e polícia civil e militar da cidade.

Sempre em busca de ouvir a população e trabalhar para seu beneficio foram realizadas oito audiências publicas, em que foram debatidos temas voltados para a saúde,  educação, segurança, meio ambiente, desenvolvimento urbano, entre outros. 

A Câmara Municipal de Socorro possui sete Comissões Permanentes que se reúnem para deliberar pareceres sobre os projetos que tramitam na Casa. Este ano, as Comissões emitiram 163 pareceres, um número muito expressivo.

Pedidos de informação não faltaram. Ao todo foram encaminhados ao Poder Executivo 78 solicitações de informação, prova de que os edis estiveram exercendo seu papel de averiguar o trabalho da prefeitura cuidando para que os direitos do cidadão fossem preservados.

Uma alteração que merece destaque neste ano é a alteração no quadro de funcionários. Foi extinto o emprego de assessor parlamentar, alteradas as atribuições e a forma de provimento dos empregos de assessor legislativo e de assessor de imprensa, que a partir de agora deverão ser concursados. Com essa medida a Câmara passou de seis para apenas dois cargos comissionados.

De acordo com presidente a relação entre o Legislativo e Executivo foi muito harmoniosa e fez toda a diferença nesse ano, facilitando a resolução de problemas e a vinda de benefícios para os socorrenses. “A rotina é muito tensa e sempre nos deparamos com grandes dificuldades e situações delicadas, desafios surgem a todo o momento, mas com muito trabalho conseguimos superar e no final podemos comemorar pelo ano e pelas realizações”.