Audiência Pública

Vereadores acompanham apresentação do cumprimento das metas fiscais do município no 2º quadrimestre de 2021.
Postado em 06/10/2021

Uma audiência pública para apresentação do cumprimento das metas fiscais do segundo quadrimestre de 2021 (de maio a agosto) do município de Socorro foi realizada na Câmara Municipal, na última quinta-feira (30).

Acompanharam a apresentação o presidente da Casa, vereador Willhams Pereira de Morais (PTB), e os vereadores Alexandre Aparecido de Godoi (PSD), Airton Benedito Domingues de Souza (MDB), Lauro Aparecido de Toledo (PTB), Marco Antonio Zanesco (PTB), Osvaldo Brolezzi (MDB) e Tiago de Faria (Republicanos).

Metas Fiscais

O secretário da Fazenda de Socorro, Diogo Pereira do Nascimento, fez o detalhamento do cumprimento das metas fiscais do município de maio a agosto de 2021.

De acordo com o secretário, considerando as receitas de todas as fontes, foram arrecadados até agosto R$ 92,1 milhões. Esse valor corresponde a 73,71% da arrecadação prevista pela lei orçamentária anual (LOA) para o exercício de 2021.

Com relação à despesa liquidada o valor foi de R$ 82,7 milhões, de janeiro a agosto, sendo que as despesas mais representativas, segundo Diogo Nascimento, foram as de pessoal, encargos sociais e outras despesas correntes líquidas, que são despesas com material de consumo e serviços de pessoa física e jurídica. Neste período, a despesa realizada representou 66,21% da despesa fixada.

Resultado nominal e primário

Conforme a apresentação do secretário, o resultado nominal de Socorro de janeiro até agosto de 2021 foi de cerca de R$ 11 milhões. Com relação ao resultado primário o município teve um superávit de R$ 9,8 milhões.

Despesa com pessoal

O secretário ainda detalhou os valores da despesa com pessoal do município. Nos últimos doze meses, essa despesa foi de R$ 53,4 milhões, representando 41,60% da receita corrente líquida do período, que foi de cerca de R$ 128 milhões. “De acordo com a legislação, o teto é de 54%, esse é o limite máximo”, explicou Diogo Nascimento.

Educação e Saúde

Segundo o secretário da Fazendo, Socorro recebeu R$ 11,4 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) até agosto de 2021. Deste valor, conforme a legislação, 70% são destinados aos professores e 30% às outras despesas da educação. O município aplicou neste período R$ 14,3 milhões na área. Com relação a área da saúde, com recurso próprio, foram aplicados R$ 17,7 milhões até agosto de 2021.

Ao final da apresentação de Diogo Nascimento, o presidente da Câmara Municipal, Willhams Pereira de Morais (PTB), agradeceu ao secretário pela exposição e o elogiou pela exatidão na previsão do orçamento.  

 

 

 

Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal da Estância de Socorro
assessoriaimprensa@camarasocorro.sp.gov.br